Tô em Obra, e Agora? Planejamento e Demolição

Passo-a-Passo de uma Reforma

Passos 1 e 2- Planejamento de Obra e Demolição

planejamento de obra

Começar uma obra não é tarefa fácil, né? Por isso vamos tentar simplificar um pouco pra você. Separamos a obra em 04 etapas fundamentais pra descomplicar esse monstro da reforma!

O primeiro passo é o planejamento de obra. Planejar é fundamental para que tudo corra o mais tranquilo possível. Lembramos que imprevistos sempre vão existir, mas você pode se prevenir de muitos deles apenas com um bom cronograma e organização!

O planejamento possibilita o gerenciamento e controle dos acontecimentos na obra!

Como fazer o planejamento da obra?

O responsável pelo planejamento e execução pode ser um arquiteto ou engenheiro O profissional irá gerenciar a mão de obra, o prazo da compra e entrega material que será usado e garantirá o bom andamento da obra.

O planejamento vai definir a ordem das execuções de alvenarias e instalações, de compra e entrega dos materiais para que não fique nada acumulado no local ou não se estraguem com o tempo e da contratação de mão de obra específica.

Por onde começar?

obra

O primeiro passo é saber o orçamento disponível para cada etapa da obra, com isso em mãos podemos partir para a segunda etapa. Aqui é hora de se certificar que todos os projetos estão finalizados (projeto de demolição, arquitetura, elétrica, hidráulica, paisagismo, dentre outros que forem necessários).

O terceiro passo é definir o cronograma de execução de obra, esse controle de prazos de execução é importante para que você identifique onde são as etapas mais difíceis e as mais fáceis e saiba onde estão os maiores desembolsos.

O ideal é listar todos os serviços que serão realizados e encontrar o fornecedor certo para cada tipo de serviço. Com essa lista feita é hora de fechar os contratos com os prestadores de serviços e fornecedores com os prazos e valores acordados.

DICA: Sempre deixe uma folga nos prazos estabelecidos! Um tempinho a mais para problemas comuns, como falta ou atraso de funcionários, retrabalho ou atraso de entrega de material.

A segunda etapa em uma obra é a preparação do canteiro de obras e demolições. Depois de tudo planejado, cronograma feito e prestadores contratados, é hora de partir para a demolição e o canteiro de obras!

Toda obra deve ter um início, meio e fim bem definidos para você não se perder!

Quais as principais medidas que devo tomar antes de começar?

Pra começar, você precisa ter em mãos a planta de demolição. Sem ela não tem como saber o que será mantido e o que pode ser demolido. Ou até mesmo o que precisa ser retirado do local momentaneamente para ser recolocado quando a obra estiver mais avançada.

Depois, é hora de ajustar a logística e organizar o espaço para receber os materiais e os profissionais que farão a execução.
Tirar o que não precisa estar ali, certificar se o local possui a infraestrutura adequada, como instalações de elétrica, hidráulica, banheiros, local de descanso, etc. Afinal, como fazer uma obra sem água, luz e banheiro?

Como é feita a demolição?

demolição e entulho

Em casos de reformas, as demolições são feitas por processos manuais. Ou seja, pode ser feita por um pedreiro sob a supervisão do responsável pela obra.

A supervisão durante a demolição é essencial pois podem haver estruturas no local que não foram identificadas em projeto e isso exigirá que seja feita uma avaliação da importância dessas estruturas, vigas ou pilares, para que seja feita uma revisão do projeto e seja dada continuidade na demolição.
Durante a demolição será gerado um grande volume de entulho e esses resíduos possuem local específico para descarte.

O ideal é locar uma caçamba, pois a empresa se responsabiliza pela destinação correta desse entulho, que podem ser reciclados ou reutilizados ou, quando não for possível, são encaminhados para aterros sanitários próprios para recebê-los.
Terminada a demolição e depois de retirado todo o entulho, o local está pronto para implantar o canteiro e mãos à obra.

Canteiro de obras

O canteiro é basicamente onde a obra acontece. Lá estão espaços destinados aos serviços de apoio, depósito dos materiais e a área de execução da obra em si.

canteiro de obras

É essencial que seja definido o local de armazenamento dos materiais para não correr o risco de estragarem. O cimento, por exemplo, é um material muito frágil e não pode estar em contato com o chão diretamente,  a umidade pode estragá-lo. Por isso, o ideal é armazená-lo sobre pallets e num local coberto.

É importante também um espaço para os prestadores de serviço, onde eles possam se trocar, ter um banheiro, uma área para se alimentar e descansar nas pausas.

Temos também que colocar o que será necessário e tirar o que não será usado, definir por onde o material será descarregado, para onde irá o entulho, qual o horário permitido para essas tarefas (principalmente se for uma obra em condomínio).

Esse canteiro quando bem organizado, evita desperdícios de tempo, perda de materiais e até mesmo alguns defeitos de execução e a diminuição da qualidade final dos serviços realizados.

Nosso próximo passo é a mão na massa! O projeto começa a sair do papel, é hora de começar o contra-piso, alvenarias, chapisco e cabeamentos.
Acompanhe os próximos passos aqui!

Ainda precisa de ajuda ou quer saber mais sobre nosso trabalho? Acesse nossas redes sociais 🙂

Deixe uma resposta